Visualizations since May 2010

segunda-feira, 13 de abril de 2009

A PhD on the Road (Tibete)

Lasa

After a very peculiar path to get visas to enter in here i am in the ultimate frontier: TIBET, after being "welcomed"  by that beautiful tibetean lady holding a paper with my name in the middle of the airport hall.  I'll keep that moment until the end of my days

My sport of youth (since 6 years old) was climbing, given me by father as a gift for all the eternity. The first book i've haver red was Tintin in Tibete and that was one of the multiple ways of him to lead me to the mountains while teaching me the real meaning of mind freedom and how to overcome all the obstacles that may come into your way. 

And that is exactly the perfect place to deal with fundamental chapter of my PhD.

Genesis play the music to get in (... to get out)

Some friends arrive to join me in this "road": António Viana da Fonseca (another globe trotter), my dear dear friend Gabi (Gabriela Marques) Sandra Coelho and Sara Pizarro. Sara Rios went home from Sri Lanka and might come again if i´ll go to Macau. Rodrigo will join me later.



Depois de um caminho atribulado para obter a papelada necessária, eis-me na última fronteira: O Tibete, onde fui  recebido por uma lindissima e suave tibetana que segurava um cartaz com o meu nome inscrito. Guardarei esse momento romantico até ao último dos meus dias.

O meu desporto de juventude foi o alpinismo (desde os 6 anos de idade), herdado do meu pai, para a eternidade. O primeiro livro que li foi Tintim no Tibete e essa foi a primeira de muitas formas que ele usou para me levar para a montanha, enquanto me ensinava o verdadeiro significado da liberdade de pensamento e o modo de ultrapassar-mos os vários obstáculos que se nos vão pondo na vida. E este é o local perfeito para atacar este capitulo fundamental da minha tese. 

Com entrada ao sabor dos Genesis (Carpet Crawlers)...You got to get in to get out 

Entretanto chegaram uns quantos amigos para fazer comigo esta jornada: António Viana da Fonseca (another globe trotter), my dear dear friend Gabi (Gabriela Marques) Sandra Coelho and Sara Pizarro. A Sara Rios voltou para casa e talvez nos reencontremos em Macau Mais lá para Diante ainda há-de chegar o Rodrigo.

8 comentários:

MauFeitio disse...

Cadê o vídeo???

Nuno Cruz disse...

já está, mas lê o comentário todo de novo

FilsterM disse...

I loved the Tin Tin books when I was younger and would definately agree that they contribute in the development of a childs imagination, one that I still have to this day. I was in Macau two weeks ago, an amazing fusion of Portuguese and Chinese culture. Macaneses obsessed with pastels de nata, much like the portuguese was very comical. They also make an amazing bacalhau grelhado.

Tokyo is great, if I'm not mistaken some great geotechnical engineers originate from here i.e. Tatsauko who has looked at Advanced Laboratory Stress-Strain Testing of Geomaterials.

Grande abraco Nuno keep up the fine work.

myself disse...

Meu querido Nuno,
Que bom que foi, é, ter embarcado nesta viagem contigo.
Que momento bom foi a nossa chegada ao tecto do mundo e como, quase instantaneamente, a mente ficou mais leve, mais pura, mais selectiva para o que verdadeiramente interessa (há quem diga que é pela escassez de O2 mas, what do they know? ;) O que fica é o que se sente, não é ?
Beijo
P.S. Já vi que serei sempre GMarques para ti, desde os idos anos 80 que assim é, e o Dias cadê? :)

Nuno Cruz disse...

My friend FilsterM

What a pleasure of your company. How's it going with your tour (money problems, or not at all). Maybe our ways can cross. I´ll be in tibete and China for the next at least 10 weeks. And the PhD will be mostly done, by that time. It was a good idea to do it around the world. Makes a nice rythm. Have a nice travel

Gabi, toma lá o(s) Dias.
Que sejam uns bons dias estes comigo, como te segredei ontem ao jantar, com aquela névoa da altitude na cabeça, que só (!?) traz uma imensa paz e um enorme sentido de liberdade. Continuemos

moimemme disse...

Olá Nuno!
Chie! chie! (se a memória não me falha)
Que bem que soube esta pequena viagem as memórias desta viagem tão cheia de momentos únicos, que é impossível não ficar "suspensa" ao rever/reviver estas imagens.
Fiquei com vontade de ir já, rever tudo de novo. Confesso que não sei se é real ou imaginação, mas quase sinto os cheiros do ar de Lasa, dos mosteiros, do mercado, dos Tibetanos em peregrinação…
Bjs,
Sara

Nuno Cruz disse...

Saroca, rica

Até que enfim. Todos juntos de novo vivendo o melhor de nós mesmos no ambiente supremo. É um prazer ter a tua companhia outra vez.

MauFeitio disse...

Olá Amigo!
Já te passou a zoeira inicial? É que me está mesmo a apetecer um passeio pela BarKor...