Visualizations since May 2010

sábado, 15 de novembro de 2008

A PhD on the Road (Granja)

Prologue

I have always believed that a PhD is something where creation has to play a main role. Creation, in my modest understanding, is a matter of mixing Science and Art, Knowledge and Emotions, Passion and Anger, Chaos and Order, etc. Having to finish my PhD until the end of next year it came up to my mind that i have had a long run (10 years) around the subject of research, and that i had the same kind of feeling when travelling. You identify your goal but you can´t never be definitive about your path, otherwise you miss the best you can take from it: The surprise. And if you miss it then you loose the best of it, either with PhD or travelling. So, the best way is to have a nomad spirit, or mind

Being so, i just came to this idea of combining the two things i´m more enthusiastic about -Travelling and Inovative Research - giving raise to the project of "A PhD on the Road".

The aim is very simple: Pick up my Laptop and my Travel Coat (full of badges) and write the PhD while i´m telling a story of a tour around the world, that i´ve been living for the last 10 years, where each chapter of the PhD is strongly linked with every place i´m stepping in. Of course, this "around world story" is to be told with emotion in order to develop the creation i need for PhD, so i will try to mix images that warm the eyes and music that touch the heart.

With this thougts as scenary, i invite you all to come along and have fun with me in this amazing trip, that will take at least 6 months, with "meeting points" here once a week. I´ll try to write everything both in english and portuguese, in order to reach all my friends. I apologise in advance, for my english. Feel free to correct any mistakes through the comment window, and i´ll correct it in the main text.

Now, let´s have fun.

Sempre acreditei que fazer uma tese de doutoramento é algo em que o processo criativo desempenha um papel fundamental. No minha modesta opinião, a criação assenta na mistura da arte com a ciência, conhecimento e emoção, paixão e raiva, caos e ordem. Tendo que escrever o meu doutoramento até ao final do próximo ano, veio-me à ideia que ando às voltas com o assunto há cerca de 10 anos, e que o que sinto é em tudo idêntico à sensação em torno de uma viagem. Existe um objectivo mas sem ter um trajecto rigidamente definido, caso contrário perde-se o mais saboroso: a Surpresa. E se esse efeito se perder acaba por se perder também a verdadeira essencia das coisas, seja no doutoramento seja na viagem. Em suma, para ambas as coisas, a melhor coisa a fazer é ser nómada, vagueando ao sabor da onda.

Assim sendo, decidi combinar as duas coisa que mais gosto de fazer - Viagem e Investigação -dando origem a este projecto que denomino de "Um doutoramento on the road". O objectivo é muito simples: Pegar no computador e no meu Casaco de viagem (carregado de emblemas e pins) e escrever a tese enquanto conto uma história de uma viagem à volta do mundo, que tenho vindo a fazer durante os últimos 10 anos, onde cada capitulo da tese está fortemente relacionado com o terreno que vou pisando. É claro que uma história tem de ser contada com emoção (e assim desenvolver o processo criativo para o doutoramento), pelo que misturarei imagens e musica que brilham nos olhos e tocam no coração.

Com estas ideias por cenário de fundo, convido todos os que eventualmente se identifiquem com isto, a partirem nesta aventura comigo, a qual durará cerca de 6 meses, e que contará com um ponto de encontro semanal neste blog. Em inglês e em português para todos compreenderem.

E agora, vamos lá curtir.

Chapter 1 - Introduction

The beginning of the horizon, is always the place you are in. That´s where your dream start and your heart beats aiming to move on. The film you can see in this chapter represents the little town where i live (Granja - Vila Nova de Gaia) which fills my soul of love, peace and well-being, which i send to you with the fantastic sound of Pedro Abrunhosa, a music player from my home town. The music is called "Viagens" (which i would translate as Travelling)

All a Board then, for those who want to participate in this adventure.


Capitulo 1 - Introdução

O horizonte começa exatamente onde nós temos os pés. É aí que começa o sonho e que o coração bate desejoso de movimento. O filme apresentado neste capitulo é um tour pela pequena vila onde tenho a sorte de viver (Granja, Vila Nova de Gaia) e que enche a minha alma de sentimento, paz e harmonia. Para traduzir esse prazer da minha vida escolhi a fantástica musica do Pedro Abrunhosa "Viagens", que tem tudo a ver com o momento.

'bora lá pessoal, quem quiser partir nesta aventura.

6 comentários:

inácio fernandes disse...

Nuno,
Já temos as malas prontas para dar início à viagem para que nos convidaste. Casacos pelos ombros, mas sem emblemas ou pins, acabámos de percorrer as ruas da Granja e estamos na estação a aguardar o combóio que nos levará à volta do mundo.
No final, dar-te-emos os parabéns
pela magnífica viagem e por teres alcançado o teu doutoramento.
Abraços,
Inácio e Estrela

Nuno disse...

sogrinhos ricos

O maior prazer de todos é ter a vossa companhia, nesta aventura. Que seja um prazer grande para vocês, e que eu possa tocar a vossa alma tão boa

Patricia disse...

De há uns tempos para cá habituei-me a deixar sempre a mala feita para não perder tempo quando surge uma nova viagem, sendo assim escusado será dizer que está tudo pronto: mala, máquina fotográfica, passaporte e o entusiasmo de mais uma viagem apaixonante. Destaco apenas que desta vez nem tive de comprar toneladas de champô. Vou ter apenas que perguntar ao prof Nuno Cruz o que ele acha de eu mal ter começado o meu mestrado e já estar a pensar em dar voltas ao mundo, pois prometi-lhe que só desistia por Bora Bora. Mas como ainda estamos nas Africas penso que não há perigo :) Um beijinho e boa viagem!

Nuno disse...

Boa minha linda (patricia)

Se estás em viagem não me vais tratar por prof. isso não. Basta Nuno, a partir de agora, ok?

E será uma segurança ter comigo alguém que viaja tanto ou mais do que eu. Welcome aboard

carin disse...

Hello :)
Escusado dizer que não se livra de mim facilmente, por isso conte comigo neste comboio pelo mundo fora.
Gostei imenso do filme, a junção das paisagens, os tons verdes e castanhos de Outono, o azul do mar e do céu (a linha do horizonte). E não menos importantes os pontos da civilização, as casas, as pessoas, os carros, no meu da natureza. Fez me lembrar “uma teoria” minha: a existência de um 5º elemento na vida. Para além dos 4 elementos, normalmente referido (água: mar, terra: campos, ar: céu, fogo: sol), a civilização é o 5ªelemnto para que a humanidade exista, evolua, VIVA.
Fora este momento mais filósofo, gostei muito da sessão de fotos da estação/comboio, pois a minha vida académica está muito ligada a estes “símbolos”. Foram momentos de espera, observação, reflexão…(Bons momentos, onde tudo foi aproveitado e nada deixado ao acaso…)
Este ainda foi o primeiro filme e já despertou tantas emoções, por isso é escusado dizer que não se livra de mim facilmente, conte comigo neste comboio pelo mundo fora.

Nuno Cruz disse...

A minha piquinita (carin)

Obrigado pelo comentário. Preciso deles para ter um espelho do que estimulo no "ouvinte". Gosto muito do reflexo que me devolveste. Mantém-te por aí, sempre atenta como é teu timbre